Menino passarinho

A casa de veraneio é a mesma desde que ela era criança. Hoje mãe, leva o filho, nascido em outra cidade, para conhecer e aproveitar a piscina, o quintal com as árvores frutíferas cuidadas com carinho pela avó, sempre coalhadas de passarinhos diferentes, a grande lagoa que parece um mar.

A mesma decoração, os quartos com a mobília do passado, até os brinquedos, vai ser divertido ver o filho brincar com suas bonecas, o bebê dinossauro que foi moda décadas atrás, o urso de pelúcia marrom.

Fotos antigas, pôsteres, recortes, um passado bem vivido, uma casa cheia de memórias que agora recebe uma nova geração.

E o filho curioso olha tudo, mexe em tudo, vai se ambientando, vai se espalhando, atento às velhas novidades, aos detalhes, às lembranças da mãe que um dia foi a criança daquela casa.

No quintal, menino e mulher aproveitam as últimas amoras ainda no pé, a maioria virou comida dos tico-ticos, das rolinhas, dos sanhaços, dos bem-te-vis, dos sabiás.

A piscina, com água fria, não é mais para ela. Mas o filho, munido de boias infláveis nos braços, não se incomoda e fica horas brincando até os dentes baterem. Banho quente e aquela soneca inevitável, até a toalha é do tempo da mãe, quando ainda era filha.

O lanche no fim do dia traz ainda mais reminiscências. O pão careca com manteiga e mortadela, o achocolatado, antes um luxo pelo preço, hoje pela quantidade de açúcar. Os pratos e copos de vidro âmbar. E bananada com queijo para finalizar, o filho lambendo os beiços.

Ver a lua aparecer subindo da lagoa. – É uma coruja piando lá longe? E logo cama, sem televisão que amanhã o dia promete sol, vai ser longo.

Sobre a cama do quarto onde o menino vai dormir, um pôster da mãe, de quando já adolescente, dois anjinhos de um quadro renascentista (Leonardo Da Vinci, ou seriam do Michelângelo!?), adotados como símbolo de uma grife italiana de roupas. 

O filho repara e comenta: olha, mãe, dois meninos passarinhos.

1 comentário

  1. Lindo. Uma descrição, em detalhes, como um José de Alencar. Mais realista, contudo. Creio que esses 2 anjinhos são do ângulo, inferior, da tela de Rafael Sanzio,

Deixe uma resposta para Odonir Oliveira Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s